Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os pais também engravidam

Domingo, 16.07.17

Sim, é verdade, eu acho que os pais também engravidam. "Panças" à parte, os homens são também capazes de vivenciar a gravidez, de uma forma, consideravelmente intensa, partilhando momentos de felicidade e êxtase, receios e apreensão.

A gravidez é um processo e um estado, de tal complexidade e importância, que deve ser vivenciado pelos dois elementos do casal. Em comunhão devem sentir, viver e partilhar a plenitude da gravidez.

Bem, eu levei muito a sério essa ideia... e a minha mulher que o diga! Sim, porque já não lhe bastava ter que andar com a nossa pequenina de um lado para o outro, bem alojadinha no seu "estojinho ventral", como ainda tinha que levar comigo, com um estado de stress, para que tudo corresse bem, tentando controlar/influenciar, tudo o que ela fazia ou comia.  

Um dos grandes culpados para essa pressão, era o temido Toxoplasma, que não lhe sendo imune nos levava a cuidados redobrados, desde a charcutaria, legumes, até à cozedura da carne... tudo tinha de ser inspeccionado e investigado. Também os cremes de corpo e rosto, medicamentos e outros produtos de uso corrente, eram alvo de escrutínio, para que o objectivo final fosse atingido... as melhores condições de saúde para a nossa filhota e também para a mamã.

Esta era a parte ansiosa do momento, mas a emoção maior era a felicidade que sentíamos ao viver este momento. Quando entrávamos para mais uma consulta de acompanhamento, os nossos olhos brilhavam, ao podermos interagir o mais que podíamos com a nossa filha e vermos o quanto ela crescia. Felizmente, cada vez mais homens são parte integrante de todo este processo e sentem, que também eles, são uma parte fundamental, para que a gravidez seja vivida em família, desde o 1° momento.

Partilharmos os momentos, os nossos receios e as nossas emoções, fazem com que não se menospreze o papel fundamental da mamã e bebé na gravidez, mas que se sintam todos unidos, saindo cada elemento, certamente mais fortalecido. 

Também as aulas de preparação para o parto, não são momentos para, apenas se treinar exercícios de relaxamento e controlo de respiração para o trabalho de parto e penso que, tal como eu, os papás devem tentar conseguir disponibilidade para assistirem às mesmas, quando lhes for aberto o acesso. Ficarão, certamente, mais tranquilos para os momentos que se avizinham, quer do parto em si, quer dos cuidados ao recém-nascido nos primeiros dias, hora do banho e até, ao apoio que podem dar às mulheres, em questões relacionadas com a amamentação, em que eles podem intervir.

Esta altura, deve também ser aproveitada para fazer (aquela aparente triste figura), lindas conversas com a barriguinha da mulher, aproximando o papá, mamã e a filhota. Aproveitar aquela linda barriguinha grávida, porque de facto é um momento que se esfuma num instante. Saliente-se também que, aproveitando certos ângulos, faz óptima sombra na praia!

20150713_134743.jpg

 

Sinto que podíamos ter aproveitado mais a nossa gravidez, se não tivéssemos ficado tão presos às preocupações, mas nem sempre é fácil lutarmos contra a nossa própria natureza. Fica pelo menos a certeza, de que tudo tentámos para que no final, acontecesse o que nós desejávamos, ter a nossa menina radiante nos nossos braços.

Quem sabe, se numa próxima gravidez, não estaremos já mais tranquilos e aproveitamos mais, sem tantas preocupações?...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mauro às 17:13

Tudo começa no esplendor dos 2 “risquinhos” …

Quarta-feira, 05.07.17

Quando nos sentámos os dois a projectar o futuro, decidimos… é altura de enriquecermos esta família, indo em busca do nosso tesouro. Tentámos, suspeitámos e chegou o momento… fazer o teste! Apreensão, nervosismo, emoção e… “bum”, aquelas pinguinhas “milagrosas” deram lugar aos “risquinhos”, SIMMMMM é verdade, ESTAMOS GRÁVIDOS (sim, porque isto da gravidez, é demasiado importante e emocionante, para ser vivido apenas por um)! Quase não queríamos acreditar e para que não restassem dúvidas, evoluímos para um teste mais “Hi-tech” e também esse confirma, com a mensagem GRÁVIDA, indo até, a um cálculo aproximado, das semanas de gestação.  

pixlr.jpg

Ui, quanta emoção…, mas com ela, eis que começam a surgir as dúvidas, inseguranças e também os planos, os sonhos que queríamos pôr em prática!! Calma, muita calma, temos que assentar ideias – isso e também, desde logo, agendar uma consulta médica! 

Será menino, será menina?! Que importa? Nada! O que importa é que cresça, e que, desde logo, seja muito feliz. Feliz como nós nos sentíamos.  

A 1ª consulta, ecografia e lá está, traduzido por uma imagem, um ser tão pequenino, mas que nos emociona tanto, que só nos dá vontade de abraçar aquele ecrã, quase como se já pudéssemos ter nos nossos braços, o nosso bebé. 

Primeiras projecções, que viriam a ser fortalecidas com dados, cada vez mais recentes e seguros… é Menina! Se era o que desejávamos? Era igual…, mas quis o destino que, antes de o sabermos, ainda só tínhamos decidido nome para menina! 

20170705_222754.jpg 

Começou aqui a nossa grande aventura, o sentir um Amor novo, um Amor tão forte que é impossível descrever… apenas sentir.  

Começou também aqui, a título individual, a minha experiência em ser pai, algo que tem tanto de assustador, como de emocionante, apaixonante e surpreendente.  

Ser pai é não ter folga, é não ter descanso, mas ao mesmo tempo… não ansiar por descansar, apenas desfrutar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

arquivos

2017





comentários recentes

  • Anónimo

    Não ligues às críticas.... E guarda os elogios.......

  • Anónimo

    Eras tão chato nesta altura... A tua esposa não po...

  • Anónimo

    Pai babado! Uma menina 👧, claro que tinha de ser u...


Posts mais comentados



subscrever feeds