Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os pais também engravidam

Domingo, 16.07.17

Sim, é verdade, eu acho que os pais também engravidam. "Panças" à parte, os homens são também capazes de vivenciar a gravidez, de uma forma, consideravelmente intensa, partilhando momentos de felicidade e êxtase, receios e apreensão.

A gravidez é um processo e um estado, de tal complexidade e importância, que deve ser vivenciado pelos dois elementos do casal. Em comunhão devem sentir, viver e partilhar a plenitude da gravidez.

Bem, eu levei muito a sério essa ideia... e a minha mulher que o diga! Sim, porque já não lhe bastava ter que andar com a nossa pequenina de um lado para o outro, bem alojadinha no seu "estojinho ventral", como ainda tinha que levar comigo, com um estado de stress, para que tudo corresse bem, tentando controlar/influenciar, tudo o que ela fazia ou comia.  

Um dos grandes culpados para essa pressão, era o temido Toxoplasma, que não lhe sendo imune nos levava a cuidados redobrados, desde a charcutaria, legumes, até à cozedura da carne... tudo tinha de ser inspeccionado e investigado. Também os cremes de corpo e rosto, medicamentos e outros produtos de uso corrente, eram alvo de escrutínio, para que o objectivo final fosse atingido... as melhores condições de saúde para a nossa filhota e também para a mamã.

Esta era a parte ansiosa do momento, mas a emoção maior era a felicidade que sentíamos ao viver este momento. Quando entrávamos para mais uma consulta de acompanhamento, os nossos olhos brilhavam, ao podermos interagir o mais que podíamos com a nossa filha e vermos o quanto ela crescia. Felizmente, cada vez mais homens são parte integrante de todo este processo e sentem, que também eles, são uma parte fundamental, para que a gravidez seja vivida em família, desde o 1° momento.

Partilharmos os momentos, os nossos receios e as nossas emoções, fazem com que não se menospreze o papel fundamental da mamã e bebé na gravidez, mas que se sintam todos unidos, saindo cada elemento, certamente mais fortalecido. 

Também as aulas de preparação para o parto, não são momentos para, apenas se treinar exercícios de relaxamento e controlo de respiração para o trabalho de parto e penso que, tal como eu, os papás devem tentar conseguir disponibilidade para assistirem às mesmas, quando lhes for aberto o acesso. Ficarão, certamente, mais tranquilos para os momentos que se avizinham, quer do parto em si, quer dos cuidados ao recém-nascido nos primeiros dias, hora do banho e até, ao apoio que podem dar às mulheres, em questões relacionadas com a amamentação, em que eles podem intervir.

Esta altura, deve também ser aproveitada para fazer (aquela aparente triste figura), lindas conversas com a barriguinha da mulher, aproximando o papá, mamã e a filhota. Aproveitar aquela linda barriguinha grávida, porque de facto é um momento que se esfuma num instante. Saliente-se também que, aproveitando certos ângulos, faz óptima sombra na praia!

20150713_134743.jpg

 

Sinto que podíamos ter aproveitado mais a nossa gravidez, se não tivéssemos ficado tão presos às preocupações, mas nem sempre é fácil lutarmos contra a nossa própria natureza. Fica pelo menos a certeza, de que tudo tentámos para que no final, acontecesse o que nós desejávamos, ter a nossa menina radiante nos nossos braços.

Quem sabe, se numa próxima gravidez, não estaremos já mais tranquilos e aproveitamos mais, sem tantas preocupações?...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Mauro às 17:13





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

arquivos

2017





comentários recentes

  • Anónimo

    Não ligues às críticas.... E guarda os elogios.......

  • Anónimo

    Eras tão chato nesta altura... A tua esposa não po...

  • Anónimo

    Pai babado! Uma menina 👧, claro que tinha de ser u...


Posts mais comentados